América

SÉRIE B

América enfrenta Vitória em briga direta por posição fora do Z4 da Série B

Coelho encara o Leão nesta quarta-feira, às 19h15, no Barradão

postado em 21/08/2019 07:00 / atualizado em 21/08/2019 02:00

<i>(Foto: Estevão Germano/América)</i>
Vitória e América fazem nesta quarta-feira, às 19h15, no Barradão, em Salvador, um jogo que tem ares de decisão. O confronto é uma briga direta pela 16ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro. Um triunfo colocará o Coelho fora da zona de rebaixamento e, ao mesmo tempo, mandará o time baiano para o desconfortável grupo dos quatro piores da competição.
 
Os números mostram que, apesar de o adversário estar uma posição à frente da equipe mineira, em 16º lugar, existe uma ligeira vantagem a favor do alviverde. Ambos estão empatados, com 17 pontos. O Vitória ganhou cinco partidas, enquanto o América, quatro. No entanto, levando-se em consideração as últimas quatro rodadas, o Coelho foi vitorioso três vezes e empatou uma, enquanto o rubro-negro venceu duas, empatou uma e perdeu uma.
 
Além disso, o saldo de gols é favorável aos representantes mineiros. Se o ataque americano marcou apenas 14 vezes e sua defesa foi vazada em 20, o Vitória fez 17 gols, mas levou 26. Ou seja, o Coelho tem um saldo de gols de seis negativos, contra nove do adversário.

A campanha de recuperação do Coelho é, segundo o volante Juninho, motivadora. “Já vivemos de tudo nesta Série B. Aliás, estamos nessa situação, brigando contra o rebaixamente, por ter um início ruim na competição. Além disso, enfrentamos demissões, saída de jogadores, contusões, troca de técnicos. Mas estamos conseguindo sair do fundo do poço. Temos de continuar seguindo pra cima e isso significa ter de vencer, custe o que custar”.
 
Juninho atribui a boa fase ao fato de o técnico Felipe Conceição ter assumido o comando. “Ele já convive com a gente há muito tempo. Por isso, posso dizer que o ambiente hoje é mais leve. Ele levou todo mundo pro lado dele. Podemos dizer que todo mundo pensa igual, no bem do América”.
 
O quadro hoje, na avaliação do meio-campista, é bem diferente em função do treinador. “Costumo dizer que a gente estava remando no lodo, não na água. Passamos a remar na água. Prova disso são os últimos resultados. Voltamos a respirar e queremos mais”.

Numa comparação entre o América e o Vitória, Juninho vê um duelo entre iguais. “Eles estão vindo de duas vitórias. Estão embalados. Mas nós também. Será um jogo de muita pressão para ambos os lados. Eles estarão diante de sua torcida, que é exigente. Por outro lado, é sempre difícil jogar em Salvador”.

Secando
 
A vitória para o América é importante também para que possa se distanciar de seus perseguidores. O Criciúma também soma 17 pontos, mas já jogou na rodada e perdeu em casa por 2 a 0 para o Bragantino, o líder da Série B. O São Bento, que visita o Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul, é o 19º colocado, com 16 pontos. Já o lanterna, Guarani, com 13 pontos, vai ao Paraná enfrentar o Operário.

VITÓRIA X AMÉRICA

Vitória
Martín Rodríguez; Van, Éverton Sena, Ramon e Capa; Baraka, Léo Gomes e Felipe Gedoz; Ruy, Anselmo Ramon e Caicedo. Técnico: Carlos Amadeu

América
Jori; Leandro Silva, Paulão, Pedrão e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Willian Maranhão; Matheusinho, Júnior Viçosa e Neto Berola. Técnico: Felipe Conceição

Motivo:
17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Estádio: Barradão, em Salvador
Horário: 19h15
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Luciano Benevides de Souza e Lucas Torquato Guerra (DF)
Americanos pendurados: Paulão, João Paulo, Zé Ricardo, Luiz Fernando, Willian Maranhã, Felipe Azevedo e França
TV: Pay-per-view

Tags: vitoriaba americamg interiormg futnacional serieb