América

TROFÉU TELÊ SANTANA

Cruzeiro domina premiações da 17ª edição do Troféu Telê Santana

Clube celeste superou rivais Atlético e América em número de troféus

postado em 05/02/2018 23:04 / atualizado em 06/02/2018 20:57

Superesportes
Em noite de gala repleta de craques, atletas de diferentes modalidades, dirigentes e personalidades, a 17ª edição do Troféu Telê Santana premiou nesta segunda-feira os grandes destaques do esporte de Minas Gerais em 2017. Mais uma vez, o evento foi realizado no Mineirão, principal palco do estado. Pentacampeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro foi o grande vencedor da noite, com oito troféus, contra seis do Atlético, campeão mineiro na última temporada, e seis do América, campeão da Série B do Brasileiro.

A grande expectativa da cerimônia ficou para a montagem da Seleção 2017 do Telê Santana. O Cruzeiro emplacou cinco nomes do time ideal. O Atlético teve quatro jogadores escolhidos, enquanto o América, dois.

  

O técnico do ano foi Enderson Moreira, que conduziu o Coelho no bicampeonato da Série B, valorizou o prêmio em terras mineiras, onde foi criado. “É uma questão que está muito enraizada, de ser mineiro. Vim para Minas com três meses. Minhas família é toda mineira, eu, por acidente, acabei nascendo em São Paulo. Mas tenho uma alma mineira. Vivo aqui a minha vida toda e convivo com o futebol mineiro, com todas as conquistas”.
Superesportes

A Seleção teve Fábio (Cruzeiro); Marcos Rocha (Atlético), Messias (América), Gabriel (Atlético) e Diogo Barbosa (Cruzeiro); Henrique (Cruzeiro), Juninho (América), Otero (Atlético) e Thiago Neves (Cruzeiro); Fred (Atlético) e Rafael Sobis (Cruzeiro).

Campeão com o Coelho, o zagueiro Messias, de 23 anos, celebrou o prêmio nesse começo de carreira. “Queria agradecer a todos, ao grupo do América, a estrutura que temos. Agradeço também à minha família, minha esposa. Espero que esse ano possa ser ainda melhor do que foi ano passado”.

Craque do Cruzeiro em 2017, Thiago Neves ficou honrado com seu primeiro troféu do Telê Santana. “Preciso agradecer ao Cruzeiro pelo esforço que fez ano passado para me trazer, aos jogadores que me receberam, família que apoiou e no momento mais difícil, que foi no Al-Jazira. Receber esse Óscar do futebol mineiro é muito importante”.
Superesportes


A revelação de 2017 no futebol mineiro foi o zagueiro cruzeirense Murilo, de 20 anos. “Estou muito feliz de ter um 2017 de conquistas pessoais e no grupo. Estou muito feliz. Espero que em 2018 não seja diferente, que seja de conquistas. Esperamos que essa temporada grandes jogos para levantar os troféus e voltar para a Seleção do Troféu Telê Santana outra vez".

O destaque do interior foi o Patrocinense, campeão do Módulo II do Campeonato Mineiro.

Por sua vez, o tenista mineiro Marcelo Melo recebeu o prêmio de Destaque Especial pelo seu 2017 repleto de conquistas, como o Torneio de Wimbledon. Como está em plena temporada da ATP, o campeão foi representado pelo pai, Paulo Ernane Melo.

Cruzeiro

Além de cinco jogadores na Seleção e de Murilo, a revelação, o Cruzeiro ainda ganhou um troféu de Destaque Especial pelos feitos do time de vôlei em 2017 e outro de Destaque Nacional, pelo título da Copa do Brasil, do Campeonato Brasileiro Sub-20 e da Supercopa Sub-20.

Em 2017, o Cruzeiro conquistou no vôlei o penta da Superliga Masculina, o tetra do Sul-Americano, o heptacampeão mineiro e o tricampeonato da Supercopa.
Superesportes

O troféu do vôlei cruzeirense foi recebido pelo líbero Serginho. Ele destacou que, em oito anos do projeto, o time celeste das quadras ganhou oito prêmios no Telê Santana. "Sou mineiro de Belo Horizonte, já estive várias vezes nas páginas (da premiação). Brinco que o Troféu Telê Santana é um novo campeonato. Brigamos para participar e brigamos sempre para ganhar. Então quando a gente ganha um campeonato, automaticamente a gente vai participar da premiação. Todos os atletas gostam desse tipo de homenagem. É um reconhecimento do nosso trabalho", disse o atleta.

Fábio, o recordista

O goleiro cruzeirense Fábio, de 37 anos,  ganhou o seu 17º troféu e se manteve na condição de recordista. Ele foi eleito o Craque do Telê Santana nos anos de 2006, 2008, 2010 e 2013. O camisa 1 estrelado ainda integrou o time dos melhores de Minas Gerais em 2006, 2008, 2009, 2010 , 2011, 2012, 2013 e 2015. Já em 2007, o ídolo cruzeirense conquistou o prêmio de Fair Play. Por sua vez, em 2014, ele foi o atleta mais votado na Bolsa de Craques. Em 2016, levou o troféu histórico.

“Reconhecimento é sempre importante, independentemente da profissão. Na nossa reflete uma grande campanha que fizemos na conquista da Copa do Brasil, mais uma página histórica para a história do Cruzeiro. Alegrou nosso torcedor de uma forma tão maravilhosa que a gente viu nos jogos de mata-mata a empolgação do torcedor dentro do Mineirão. Esse reconhecimento vem com as indicações e nesse troféu", afirmou Fábio.

Atlético

O Galo colocou quatro jogadores na Seleção e levou mais dois troféus: um com Fred, goleador do ano ao fazer 30 gols, e outro de Destaque Estadual pelas conquistas do Campeonato Mineiro no profissional e nas categorias Sub-4, Sub-15, Sub-17 e Sub-20.

Superesportes

O presidente atleticano Sérgio Sette Câmara esteve presente e representou o grupo, que não pode comparecer à cerimônia no Mineirão por conta do compromisso de quarta-feira, no Acre, contra o Atlético local, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Apesar de hoje estar vestindo a camisa do Cruzeiro, Fred valorizou o bom momento que viveu no rival em 2017. “É motivo de honra só estar entre eles. Ser lembrado, eu que sou centroavante, como artilheiro máximo da temporada é motivo de satisfação, felicidade. Vou guardar mais um desse troféu que é um dos mais bonitos e queridos da minha prateleira e que carrega o nome do mestre Telê. Está sendo bem gratificante”, declarou o goleador.

América

O América teve dois representantes na Seleção e o técnico de 2017: Enderson Moreira.

Mas não foi só. Artilheiro do Coelho na Série B, com nove gols, Bill levou o prêmio de goleador do time na competição. Hoje no futebol tailandês, ele não compareceu à festa de fala, mas enviou uma mensagem em vídeo que foi exibida para todos os convidados.

“Queria agradecer, é uma satisfação muito grande receber esse prêmio tão importante como o Telê Santana. O ano de 2017 foi maravilhoso, pude ser artilheiro do América e, com a artilharia, veio o título da Série B que todos queriam muito. Infelizmente não pude estar presente aí, mas muito feliz de receber esse prêmio”. disse Bill, diretamente da Tailândia.

O América também ganhou os prêmios de Destaque Especial pelo título mineiro de futebol feminino e de Destaque Nacional pela título da Série B do Campeonato Brasileiro.

Detalhes da cerimônia

A cerimônia teve apresentação de Leopoldo Siqueira, âncora do programa Alterosa Esporte, e contou com a participação da Bancada Democrática e da equipe de repórteres da TV Alterosa.

Idealizado pelo programa Alterosa Esporte e realizado pela TV Alterosa desde 2001, o prêmio é concedido a atletas e equipes que se destacam a cada temporada. A honraria é uma homenagem ao “Mestre Telê” e exalta as marcas de sua trajetória no esporte: disciplina, comprometimento, entrega, superação e paixão.

Todos os anos, os melhores jogadores dos clubes mineiros de futebol são indicados por votação da crônica esportiva dos Diários Associados e do Conselho de Notáveis, composto por grandes craques do passado que brilharam nos gramados de Minas, do Brasil e do mundo. A decisão final dos vencedores fica por conta do público.

Os processos de seleção e votação são acompanhado por auditores da Walter Heuer Auditores Independentes, que garantem a imparcialidade na apuração dos resultados a cada etapa.

A seguir, os vencedores da 17ª edição do Troféu Telê Santana:

Goleiro: Fábio (Cruzeiro)
Lateral-direito: Marcos Rocha (Atlético)
Zagueiros: Messias (América) e Gabriel (Atlético)
Lateral-esquerdo: Diogo Barbosa (Cruzeiro)
Volantes: Henrique (Cruzeiro) e Juninho (América)
Meias: Otero (Atlético) e Thiago Neves (Cruzeiro)
Atacantes: Fred (Atlético) e Rafael Sobis (Cruzeiro)
Técnico: Enderson Moreira (América)
Revelação: Murilo (Cruzeiro)
Destaque do Interior: Patrocinense

Destaques especiais:

Tenista Marcelo Melo
Time de vôlei do Cruzeiro
Time de futebol feminino do América

Goleador do ano: Fred (30 gols)
Destaque da Série B: Bill (9 gols)
Destaque Estadual: Atlético (campeão estadual profissional, da Copa do Brasil sub 20 e campeão das categorias de base de Minas no sub14, 15, 17, 20)
Destaque Nacional: Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil profissional; campeão brasileiro Sub-20 e da Supercopa do Brasil sub 20. América, campeão brasileiro da Série B.

Tags: cruzeiroec atleticomg americamg interiormg futnacional seriea