América

MERCADO

Ex-goleiro do América pode ir para o Monaco

Coelho torce por acerto de Matheus com clube francês para arrecadar dinheiro

postado em 09/09/2014 17:36 / atualizado em 09/09/2014 18:12

Rafael Arruda /Superesportes

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Mal chegou ao Sporting Braga, de Portugal, e o goleiro Matheus pode trocar de clube em breve. O Monaco, da França, deve ser o destino do brasileiro de 22 anos, revelado nas categorias de base do América. Ele seguiria o mesmo caminho do zagueiro Wallace, ex-Cruzeiro. A possível transferência pode render ao clube mineiro uma boa quantia em dinheiro.

O Superesportes entrou em contato com Roberto Assunção, empresário de Matheus. Ele confirmou que existe a possibilidade de acerto para janeiro de 2015, quando ocorre a reabertura da janela de transferências na Europa.

"Ainda não existe nada de concreto, mas estamos conversando. Como a janela de transferências está fechada neste momento, pode ser que em janeiro haja novidades a respeito da ida do Matheus para o Monaco. Isso já estava definido pelos nossos parceiros desde que a saída do atleta aconteceu. O América ainda tem participação de dez por cento", disse o agente. O grande responsável pelas tratativas é Jorge Mendes, agente do astro do Real Madrid, Cristiano Ronaldo.

Já ciente dos rumores, a diretoria do Coelho torce por um acerto entre franceses e portugueses justamente para pegar 10% do valor do negócio. Existe também a participação como clube formador, que pode chegar até a 5%. Segundo Roberto Assunção, ainda não há oferta concreta do Monaco.

Em junho deste ano, o América vendeu 90% dos direitos econômicos do goleiro Matheus por 2,4 milhões de euros (R$ 7,2 milhões) divididos em três parcelas. Do montante, 25% foi repassado ao empresário Mauro Tunes.

Matheus só disputou amistosos pelo Braga. Como não obteve o certificado internacional de transferências antes da terceira rodada do Campeonato Português, acabou perdendo a condição de titular para o russo Stanislav Kritciuk.

Os goleiros do Monaco são Danijel Subasic, reserva da Croácia na Copa do Mundo de 2014, e Maarten Stekelenburg, titular da Holanda no vice-campeonato mundial de 2010.