América

AMÉRICA

Após duas derrotas na Série B, América demite técnico Givanildo Oliveira

Clube anunciou desligamento do treinador na manhã desta quarta-feira

postado em 01/05/2019 10:55 / atualizado em 01/05/2019 19:07

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)</i>
Chegou ao fim a quinta passagem de Givanildo Oliveira pelo América. Depois de perder as duas primeiras partidas da Série B, para Operário-PR e Botafogo-SP, ambas por 1 a 0, o treinador foi desligado do clube na manhã desta segunda-feira. Em nota, o Coelho agradeceu “por todo o profissionalismo e os serviços prestados” e desejou ao comandante “sucesso em sua trajetória”.

A saída causou certa surpresa, já que Givanildo chegou a ressaltar a espera por reforços. “Primeiramente, a recuperação desses que estão contundidos. E depois, a gente tem esperança que chegue de dois a três jogadores para completar o grupo e deixar o time mais forte. Essa é a esperança”, disse, em entrevista coletiva nessa terça, após revés para o Botafogo-SP, no Independência.

O treinador aguardava a chegada de novos atletas principalmente pelas lesões de Matheusinho, Neto Berola e Marcelo Toscano. A cúpula americana, porém, resolveu mudar os planos. O nome do novo comandante será anunciado nos próximos dias, até para que ele tenha tempo de conhecer o grupo, indicar possíveis contratações e preparar a equipe visando ao duelo contra o Criciúma, dia 11 de maio (sábado), às 11h, no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

A quinta passagem de Givanildo Oliveira pelo América começou em 11 de novembro de 2018, quando ele substituiu Adilson Batista na reta final do Campeonato Brasileiro. O pernambucano recebeu a missão de tentar tirar a equipe do rebaixamento, mas não obteve êxito. Nas cinco rodadas finais, venceu duas e perdeu três. O Coelho ficou em 18º lugar, com 40 pontos, a três do Vasco, 16º colocado.

Satisfeita com a melhora apresentada pelo time nas últimas rodadas da Série A, o América renovou com Givanildo para 2019. No Campeonato Mineiro, o time alcançou as semifinais e foi eliminado pelo Cruzeiro. Na Copa do Brasil, saiu na segunda fase com derrota para o Juventude, por 2 a 1, no Rio Grande do Sul. Na Série B, perdeu as duas primeiras partidas, repetindo o início ruim de 2013. Este ano, o treinador contabilizou sete vitórias, cinco empates e seis derrotas em 18 jogos

No geral, Givanildo Oliveira se estabeleceu como segundo técnico que mais comandou o América, com 258 jogos. Foram 123 vitórias, 68 empates e 67 derrotas. Sob o comando do pernambucano, o alviverde conquistou os títulos da Série B de 1997, da Série C de 2009 e do Campeonato Mineiro de 2016, além de subir da Série B para a A, em 2015.

Tags: Givanildo Oliveira americamg seriea nacional américa