América

AMÉRICA

Ricardo Silva retorna ao time titular do América e fala em 'clima de decisão' contra o CRB

Zagueiro ficou afastado por um jogo para tratar de questões particulares

postado em 30/09/2019 17:00 / atualizado em 30/09/2019 17:21

<i>(Foto: Estevão Germano/América)</i>
De volta ao time titular do América, Ricardo Silva foi destaque positivo na derrota americana para o Coritiba por 2 a 1, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O zagueiro marcou o único gol do Coelho na partida marcada por polêmicas de arbitragem, no Couto Pereira.

Por questões particulares, o capitão do time alviverde esteve de fora na vitória por 2 a 0 contra o Brasil de Pelotas, no Independência, pela 24ª rodada. Na ocasião, o zagueiro Lucas Kal foi seu substituto. O jogador foi liberado pela comissão técnica e diretoria do clube por conta de uma cirurgia de seu filho. 

“Não é nada fácil, porque quando se trata de família é um negócio muito delicado, principalmente filho. A cabeça da gente fica um pouco pesada, mas nós temos Deus no coração e Ele sempre nos conforta e nos dá a força que precisamos. Quando o jogo contra o Sport acabou, o professor liberou, juntamente com a diretoria, pra que eu pudesse dar um suporte para minha esposa. Agora, graças a Deus, nosso guerreiro Davi está 100%, foi uma cirurgia bem delicada, mas ele está bem, e eu ainda fui abençoado com um gol aí, isso é bacana demais”, disse.
 
 
 
Contratado por empréstimo junto ao Ituano-SP para a disputa da Segundona, Ricardo Silva viveu altos e baixos com o Coelho ao longo do campeonato. Apesar da derrota alviverde para o Coxa na última rodada, o defensor mantém o foco para o confronto contra o CRB, nesta quinta-feira, às 19h15, no Independência.

O duelo com os alagoanos marca o confronto direto por posições na tabela. Apenas três pontos separam as duas equipes. O América é o 10º colocado, com 35 pontos, enquanto o CRB ocupa o 4º lugar, com 38. 

“Clima de decisão está aí pra gente já faz tempo. Vai ser um jogo dificílimo, é uma equipe que é muito forte fora de casa e nós estamos encarando como decisão sim. O América, fazendo o trabalho que tem feito, nós temos uma grande chance de vencer dentro da nossa casa e implantar o que nós estamos fazendo pra que nós possamos conseguir nosso objetivo, cada vez mais se aproximando àquilo que é o maior objetivo do clube”, concluiu.