Atlético

ESPORTE NA TV

Bertozzi após 'caso' Thiago Neves: 'Atlético tem presidente ou rainha da Inglaterra?'

Comentarista da ESPN Brasil criticou Sérgio Sette Câmara

postado em 15/09/2020 15:26 / atualizado em 16/09/2020 11:49

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

O 'episódio' Thiago Neves gerou críticas da imprensa à diretoria do Atlético nesta terça-feira. Durante o programa Bate-Bola Debate, da ESPN Brasil, o comentarista Leonardo Bertozzi, colunista do Superesportes, criticou o presidente alvinegro, Sérgio Sette Câmara, por dar aval à negociação para contratar o meia de 35 anos.

Segundo Bertozzi, o dirigente deveria vetar qualquer tipo de tratativa com o experiente jogador, por conhecer o histórico recente tanto dentro, quanto fora de campo. Para o jornalista, Sette Câmara é o principal culpado pelo caso, já que tem estatutariamente o poder de tomar as decisões: "O clube tem um presidente ou tem uma ‘rainha da Inglaterra’?", questionou.

"Faltou o que? Faltou aquele famoso departamento de ‘VDM’: ‘Vai dar m…’. Porque toda empresa tem que ter esse departamento, porque esse é o departamento de levantar a mãozinha e falar: ‘VDM’. E ninguém fez isso. Nesse aspecto, o Sampaoli não tem a obrigação de conhecer a história, tudo bem. O Mattos aí eu acho que já tinha que ser mais esperto, porque ele sabe bem como a banda toca em Belo Horizonte. Mas o clube tem um presidente também ou tem uma ‘rainha da Inglaterra’? Há controvérsias sobre isso", disse Bertozzi.

(Foto: Reprodução/ESPN Brasil)

A expressão "rainha da Inglaterra" é usada para descrever alguém que, apesar de ocupar um cargo importante, não é quem efetivamente manda e toma as decisões.

"Acho que, em última instância, ele tinha que ter falado: ‘Opa, não, espera aí, não, isso não! Sampaoli, pede o que você quiser, mas o Thiago Neves não. Isso não vai nem começar a ser discutido, porque não dá, não tem a menor condição, vai ser mal recebido, a gente não entende que cabe, o ambiente não vai ser bom’", avaliou Bertozzi.

A repercussão negativa sobre a possível contratação de Thiago Neves fez a diretoria alvinegra voltar atrás e cancelar o acordo.

Leia a declaração de Bertozzi:

“Ter sido jogador do Cruzeiro não é um problema, por um dos maiores ídolos da história do Atlético se chama Leonardo Silva. E ele foi direto, sem escalas: jogava no Cruzeiro num ano e, no outro, jogava no Atlético. E ele se tornou a figura que se tornou. Um dos goleiros do Atlético hoje, o Rafael, jogou no Cruzeiro anos da vida dele, a maior parte como reserva, mas também (foi diretamente de um clube ao outro). Isso não é um problema. De fato, não é um problema. Da mesma maneira que vários fizeram o caminho inverso também - e muitos deles são ídolos do Atlético que jogaram também no Cruzeiro, ganharam títulos pelo Cruzeiro. Qual a diferença aqui? A postura profissional, o respeito, a maneira de se colocar, o profissionalismo deles hoje, no momento atual que a gente está falando. Se a gente estivesse numa conversa assim: ‘O cara provocava para caramba, um mala, insuportável, mas joga e por causa dele vai ser campeão’. Dá para falar isso do Thiago Neves hoje, com base no que ele foi no Cruzeiro ou mesmo no que ele vinha sendo no Grêmio? Faltou o que? Faltou aquele famoso departamento de ‘VDM’: ‘Vai dar m…’. Porque toda empresa tem que ter esse departamento, porque esse é o departamento de levantar a mãozinha e falar: ‘VDM’. E ninguém fez isso. Nesse aspecto, o Sampaoli não tem a obrigação de conhecer a história, tudo bem. O Mattos aí eu acho que já tinha que ser mais esperto, porque ele sabe bem como a banda toca em Belo Horizonte. Mas o clube tem um presidente também ou tem uma ‘rainha da Inglaterra’? Há controvérsias sobre isso. Mas acho que, em última instância, ele tinha que ter falado: ‘Opa, não, espera aí, não, isso não! Sampaoli, pede o que você quiser. Você tem toda a razão em pedir reforço, porque eu te prometi, você tem toda a razão em pedir salário em dia, porque eu te prometi também (e, aliás, são coisas que estão acontecendo, porque ele de fato está cobrando, e isso daí está tudo no direito dele de cobrar), mas o Thiago Neves não. Isso não vai nem começar a ser discutido, porque não dá, não tem a menor condição, vai ser mal recebido, a gente não entende que cabe, o ambiente não vai ser bom’. Se realmente acharam que ia dar controvérsia, mas que ia ser contornável, foi uma falta de noção muito grande. E a resposta foi imediata de todos, inclusive com cânticos muito ‘edificantes’ já sendo entoados em protesto da torcida agora neste começo de tarde na sede do clube, que não vou poder reproduzir aqui. Falam: ‘Não me leve a mal…’, e a rima não vou fazer. Mas não dava, né, gente? Não dava. Acho que o cara que vazou isso daí acabou prestando um grande serviço".

Tags: galo atleticomg interiormg futnacional espn seriea sette camara thiago neves sergio sette camara esportenatv bertozzi leo bertozzi