Atlético

ATLÉTICO

Atlético: zagueiro e volante são prioridades do clube no mercado da bola

Técnico Cuca pode receber reforços para o setor defensivo

postado em 06/03/2021 09:00 / atualizado em 06/03/2021 15:37

(Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)
Depois de anunciar o lateral-esquerdo Dodô (ex-Cruzeiro), o meia Nacho Fernández (ex-River Plate) e o atacante Hulk (ex-Shanghai SIPG), o Atlético foca em reforços para o setor defensivo. Em breve, o técnico Cuca deve contar com mais um zagueiro e um volante. Essa necessidade já havia sido apontada por seu antecessor, Jorge Sampaoli.


Na zaga, o elenco alvinegro tem Junior Alonso, Réver, Igor Rabello, Gabriel e Bueno. Este último, utilizado em apenas nove jogos, está emprestado pelo Kashima Antlers, do Japão, e dificilmente terá os direitos econômicos adquiridos pelo Galo. Para volante, as principais opções são Allan, Jair e Alan Franco.

Entre possíveis nomes, o Atlético sondou há alguns dias a situação de Miranda, ex-Seleção Brasileira, sem clube após o encerramento das atividades do Jiangsu Suning, da China. No entanto, quem está mais próximo de um acerto com o veterano de 36 anos é o São Paulo, pelo qual ele atuou de 2006 a 2011 e foi tricampeão brasileiro (2006, 2007 e 2008).

Miranda também conversou com dirigentes do Coritiba, onde começou no futebol, mas informou que gostaria de dar sequência à carreira em uma equipe que disputasse a Copa Libertadores de 2021. Rebaixado à Série B do Brasileiro, o clube paranaense soltou nota nessa sexta-feira (5) oficializando o encerramento das tratativas.

Outro atleta observado, segundo o portal Fala Galo, é Jemerson, vinculado ao Corinthians até 30 de junho. Para ter o atleta de 28 anos, o Timão pagou ao Monaco, da França, cerca de 700 mil euros (R$4,5 milhões). Como não há garantia de renovação, a diretoria mineira monitora o defensor formado na base do clube.

Jemerson jogou pelo time principal do Atlético de 2013 a 2016. Em 109 partidas, marcou oito gols e ganhou quatro títulos: dois Campeonatos Mineiros (2013 e 2015), uma Copa do Brasil (2014) e uma Recopa Sul-Americana (2014). No Galo, destacou-se por ser um zagueiro de velocidade, com boa capacidade de antecipação e impulsão na bola aérea.

Com o aporte de conselheiros bilionários, o Atlético investiu mais de R$200 milhões em contratações em 2020. O time chegou a brigar pelo título brasileiro, porém tropeçou contra equipes da parte de baixo da classificação e terminou em 3º, com 68 pontos. Para 2021, a expectativa da diretoria e da torcida é de ao menos uma conquista expressiva. Com o estadual em disputa, o Galo jogará também a Libertadores, a Copa do Brasil e a Série A.

Tags: Atlético interiormg futnacional corinthianssp Jemerson mercadobola