Atlético

ATLÉTICO

Atlético fará pedido ao STJD para ter público em jogos do Brasileirão

'Inspirado' em Cruzeiro e Flamengo, Galo quer retorno da torcida o quanto antes em jogos de competições da CBF

postado em 04/08/2021 22:10 / atualizado em 04/08/2021 22:22

(Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O Atlético fará, nesta quinta-feira (5), um pedido ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para contar com público em jogos do Brasileirão. Por ocasião da liberação da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e também da Conmebol, o clube mineiro já deve ter o retorno da torcida no dia 18 de agosto, em jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores diante do River Plate, mas quer adiantar o retorno dos fãs ao Mineirão.
 
Os torcedores do Galo não frequentam um jogo desde 7 de março de 2020, quando, pela primeira fase do Campeonato Mineiro, o time alvinegro venceu clássico diante do Cruzeiro por 2 a 1. O clube, agora, busca o mesmo direito conquistado pelo Flamengo, concorrente ao título do Brasileirão.
 
Na última quinta-feira (29), o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Otávio Noronha, atendeu ao pedido do Cruzeiro e autorizou o retorno do público aos jogos do clube em Belo Horizonte. Antes, porém, a Raposa precisará cumprir pena de cinco partidas com portões fechados pelos incidentes violentos protagonizados pela torcida celeste em dezembro de 2019, quando foi rebaixada à Série B.
 
A decisão de Noronha foi tomada após a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) divulgar o plano, com uma série de protocolos, para retomada do público nos estádios da capital limitado à capacidade de 30%. O presidente do STJD entendeu que a liberação dos torcedores nos estádios em torneios nacionais não depende mais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
 
"Não cabe em princípio à Entidade de Administração do Desporto se imiscuir e negar vigência à execução do conjunto de medidas adotadas para a retomada gradual das atividades - inclusive com reflexos na economia - do Estado, por lhe faltar, além de competência, o adequado respaldo técnico e a legitimidade atribuída aos governantes democraticamente eleitos", escreveu Noronha na decisão.
 
Nesta quinta-feira (4), foi a vez do Flamengo ter pedido aceito pelo STJD. O clube carioca terá o retorno do público em jogos de competições da CBF (Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil). As decisões do órgão abrem precedentes para que outros clubes, como o Atlético, entrem com solicitações para que suas torcidas retornem aos estádios.
 
Diante da decisão favorável ao rival carioca, o Galo quer o mesmo direito. Ainda que a CBF vá recorrer do parecer do STJD, José Murilo Procópio, vice-presidente do Alvinegro, garante: "Vamos prosseguir. Jogamos também ou ninguém joga".
 
Ainda nesta quinta-feira, Santos e Palmeiras se posicionaram contra a decisão do STJD. Os clubes paulistas argumentam que a decisão atenta 'contra a integridade da competição, sua credibilidade e isonomia'.
 
As instituições ainda reforçam que, a princípio, houve acordo entre os clubes da Série A, que garantia que a volta dos torcedores aos estádios só ocorreria após definição de seu colegiado.
 

A liberação de público em BH

 
Com indicadores da COVID-19 em queda na cidade, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), se reuniu com dirigentes de América, Atlético e Cruzeiro e definiu, na última terça-feira, a volta dos torcedores aos jogos até 30% da capacidade dos estádios. 
 
A diretriz permite torcida única dos mandantes. Haverá exigência de teste PCR ou teste rápido de 72 horas (disponível nas farmácias) inclusive para os vacinados - em ambos os casos, com laudos que apresentem identificação dos técnicos responsáveis pelo exame. Veja todas as regras:
 
  • Uso obrigatório de máscaras;
  • Teste PCR ou teste rápido de 72 horas negativo;
  • Um assento lateral e um assento frontal de distância entre torcedores;
  • Sem limitação de idades, mas há recomendação para que grávidas não compareçam;
  • Venda de ingressos apenas pela internet;
  • Nome e telefone de todos os compradores deverão ser fornecidos;
  • Todos os portões dos estádios deverão ser abertos;
  • Não haverá transporte público especial para os estádios;
  • Não haverá venda de bebida alcoólica nos estádios;
  • Torcedores vacinados com a segunda dose ou dose única não terão liberação para acessar ao estádio, a não ser que tenham teste PCR negativo

Tags: stjd cbf pedido publico brasileirao atleticomg interiormg futnacional seriea