Grêmio

GRÊMIO

Após quase cinco anos de trabalho, Grêmio demite Renato Gaúcho

Decisão foi tomada pelo clube gaúcho nesta quinta-feira (15), após eliminação para o Independiente Del Valle-EQU na Libertadores

postado em 15/04/2021 15:36 / atualizado em 15/04/2021 16:43

(Foto: Liamara Polli/AFP)
Após reunião entre membros da diretoria do Grêmio na manhã desta quinta-feira (15), o clube optou pela demissão do técnico Renato Gaúcho. Ele encerra uma passagem de quase cinco anos pelo tricolor gaúcho, onde foi campeão da Libertadores e da Copa do Brasil.

A decisão foi tomada pela alta cúpula do Grêmio após a eliminação precoce da equipe na atual edição da Libertadores. Na última quarta-feira (14), o time gaúcho perdeu por 2 a 1 para o Independiente Del Valle-EQU - havia perdido pelo mesmo placar no Equador -, na Arena do Grêmio, e deu adeus ao torneio continental.
 
Contratado em setembro de 2016, Renato conduzia o projeto mais longevo do futebol brasileiro. Ele estava há quatro anos e meio no comando do Grêmio. Neste momento, ele ainda se recupera da COVID-19, e sequer pôde dirigir a equipe nos últimos jogos.

Em sua terceira passagem pelo clube gaúcho, Renato se tornou o técnico a comandar mais vezes a equipe na história e ganhou estátua na Arena do Grêmio. Ele foi campeão da Copa do Brasil (2016), da Libertadores (2017), da Recopa Sul-Americana (2018), de três Campeonatos Gaúchos (2018, 2019 e 2020) e da Recopa Gaúcha (2019).
 

Tags: tecnico demissao futnacional gremiors renato gaucho seriea