América

CRUZEIRO

Cruzeiro: Rômulo cobra respeito a Fábio e reprova confusão no clássico

Volante sai em defesa do companheiro, que se envolveu em polêmica com o técnico Lisca, do América

postado em 03/05/2021 13:20 / atualizado em 03/05/2021 13:42

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
A derrota do Cruzeiro por 2 a 1 para o América no primeiro clássico das semifinais do Campeonato Mineiro, nesse domingo, no Mineirão, ficou marcada por polêmicas e confusão entre os jogadores. Nesta segunda-feira, em postagem nas redes sociais, o volante Rômulo saiu em defesa do goleiro Fábio, que chegou a discutir com o técnico americano Lisca durante a partida. O experiente meio-campista reprovou a confusão e cobrou respeito ao capitão celeste, recordista em número de jogos na história do clube, com 936 aparições. 



“Respeito vai muito além de educação ou disciplina, rompe barreiras e influencia todos ao redor. Não pedimos respeito somente ao Fábio, um dos maiores, se não o maior atleta brasileiro na atualidade e um dos maiores goleiros da história, mas a todos que amam esse esporte, tendo a consciência que nossas palavras e atitudes influenciam milhões e milhares quer no sentido positivo ou negativo”, publicou. 

Em áudio vazado horas depois da partida, Fábio, em conversa com um amigo, criticou a postura de Lisca. “Do treinador (Lisca) é até lamentável falar. A carreira dele que diz o que é e o que não é. Mas é continuar trabalhando. Fé em Deus que vai dar tudo certo esse ano. Em nome de Jesus”, disse o goleiro, na gravação. 

No momento da discussão entre Lisca e Fábio, na reta final do clássico, a transmissão da TV Globo registrou que o goleiro se dirigiu ao técnico do América com a seguinte fala: ‘Eu te respeito pra caramba’. Em resposta, o comandante do Coelho sinalizou com a mão o tradicional ‘fala muito’.



Confusão no clássico


Tão logo o árbitro Marco Aurelio Augusto Ferreira encerrou a partida, jogadores e integrantes das comissões técnicas de Cruzeiro e América se estranharam na área de acesso para os vestiários. Vários seguranças dos clubes atuaram para evitar uma briga generalizada. Houve troca de agressões verbais.  

Durante a confusão, o atacante Marcelo Moreno, do Cruzeiro, gritou para o técnico do América: “Ô Lisca, vai ter volta, hein. Faltou com respeito com a gente, vi...”.

Em entrevista coletiva depois do clássico, Lisca alegou que as provocações do Cruzeiro originaram a confusão. O treinador ainda afirmou que os jogadores do América foram humilhados pelos adversários em campo

América e Cruzeiro farão o jogo de volta da semifinal no próximo domingo, dia 9 de maio, às 16h, no Independência. O Coelho pode até perder por um gol de diferença que ainda assim avançará à decisão. A Raposa, por sua vez, precisa de um triunfo por dois gols de vantagem.


Tags: cruzeiro rômulo americamg interiormg