América

SÉRIE B

Moacir elogia equipe e lamenta lances de desatenção que determinaram tropeço

Técnico diz que Coelho não merecia perder partida para a Portuguesa, no Canindé

postado em 03/06/2014 22:57 / atualizado em 03/06/2014 23:38

Rafael Arruda /Superesportes

Carlos Cruz/América FC

O técnico Moacir Júnior lamentou muito os momentos de desatenção do América na derrota para a Portuguesa, por 2 a 1, pela 10ª rodada da Série B - a última antes da paralisação para a Copa do Mundo. Segundo o comandante, a equipe se apresentou muito bem no segundo tempo, criando boas oportunidades de fazer o segundo gol. Entretanto, quem deixou o Estádio Canindé sorrindo até as orelhas foi a Portuguesa, que marcou aos 48 minutos da etapa complementar graças à finalização de Maycon.

"A equipe não conseguiu jogar no primeiro tempo. Ainda tivemos um problema com o Vitor Hugo, que estava liberado no pré-jogo, porém perdeu a confiança durante a partida por conta da máscara (utilizada para proteger o rosto, já que o defensor sofrera fratura no nariz). Independentemente disso, sempre estamos tomando os gols no começo ou no fim tanto do primeiro quanto do segundo tempo. São aqueles momentos que a gente considera vitais no jogo. O time teve domínio da etapa final, criou situações e infelizmente não fez os gols. Aí no final foi castigado", explicou. "Se tivesse um merecedor do gol, seria o América. Mas no futebol não existe isso. Eles foram ao ataque e colocaram a bola na rede", acrescentou.

Se segurasse o empate nesta terça-feira, o Coelho registraria 60% de aproveitamento nos 10 primeiros jogos da Série B do Brasileiro. Com a mesma campanha em 38 rodadas, o time chegaria a 68 pontos e praticamente asseguraria o acesso. "Era um ponto importante que estávamos levando. Nos daria 60% de aproveitamento. Agora é esperar o fechamento da rodada para saber se ficaremos ou não no G-4. Depois, é conversar com a diretoria, redirecionar o trabalho, ter diálogo, calma e tranquilidade", analisa Moacir.

De acordo com o técnico, o bom início do América em sete rodadas da Série B (cinco vitórias e dois empates) proporcionou uma situação mais tranquila. No entanto, os últimos tropeços já começam a ligar o sinal amarelo na equipe, que após a Copa do Mundo jogará duas partidas consecutivas no Independência. Moacir Júnior quer 100% de aproveitamento contra Paraná Clube e Oeste.

"Tudo que criamos de crédito e 'gordura' no início foi queimado agora. Ainda estamos no G-4. Contudo, precisamos refletir bastante sobre tudo que aconteceu nessas últimas partidas e com muita tranquilidade fazer o redirecionamento do trabalho. Nos dois jogos em casa (contra Paraná e Oeste) temos obrigação de fazer os seis pontos para novamente ter uma margem que nos dê tranquilidade na sequência do trabalho", finaliza o comandante.

Tags: américa coelho tropeço Moacir Júnior Série B