América

SÉRIE B

América desperdiça chances, perde em casa para o Paraná e fica longe do G4 da Série B

Tropeço no Independência deixa Coelho a quatro pontos do Coritiba

postado em 05/11/2019 22:21 / atualizado em 05/11/2019 23:48

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)</i>
Até então forte candidato na briga pelo acesso à elite nacional, o América frustrou as expectativas de sua torcida ao perder para o Paraná por 2 a 0, nesta terça-feira, no Independência, pela 33ª rodada da Série B. Em lances de contragolpe, o volante Fernando Neto, aos 30’ do segundo tempo, e o atacante Jenison, aos 39’, anotaram os gols do time visitante, que alcançou 50 pontos e ultrapassou o próprio Coelho, agora sexto colocado, com 49. O Coritiba, que soma 53, ocupa a quarta posição.

O revés no Horto quebrou uma sequência de dez partidas de invencibilidade do América como mandante na Série B (oito vitórias e dois empates). Agora, a missão é buscar a reabilitação longe de casa, diante do Londrina, às 20h30 de sexta-feira, no Estádio do Café, em Londrina-PR. Já o Paraná receberá o Vitória, às 19h15 de sexta-feira, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo

Em relação ao time que empatou no sábado com a Ponte Preta, por 0 a 0, no Independência, o América teve como novidades o lateral-direito Leandro Silva, o lateral-esquerdo João Paulo e o volante Willian Maranhão. Por outro lado, perdeu o meia Matheusinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Sem o camisa 10, o técnico Felipe Conceição armou uma espécie de 4-1-4-1, com Diego Ferreira e Geovane pelas beiradas, Juninho e Maranhão centralizados, e Júnior Viçosa adiantado. Zé Ricardo foi ‘cabeça de área’, à frente da linha defensiva formada por Leandro Silva, Lucas Kal, Ricardo Silva e João Paulo.

Com marcação alta, os atletas americanos forçaram erros de passe do Paraná e, por vezes, conseguiram roubar a bola no ataque. Porém, o time não transformou em gol a supremacia na etapa inicial. Chances não faltaram. Foram 11 finalizações do Coelho - quatro corretas e sete fora do alvo. O goleiro Thiago Rodrigues defendeu os chutes de Willian Maranhão, aos 13’, e Geovane, aos 40’, além de se recuperar bem aos 24’, quando Juninho concluiu de leve para a meta após dominar no peito o lançamento de João Paulo.

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)</i>

Mas a oportunidade mais clara do primeiro tempo aconteceu aos 30 minutos. Da ponta esquerda para o meio da área, Geovane encontrou Willian Maranhão, que, por sua vez, serviu a Juninho. Se tivesse ajeitado a bola, o camisa 8 ficaria praticamente livre para escolher o canto e chutar, pois não havia nenhum defensor paranista à sua frente. No entanto, preferiu tocar em direção a Júnior Viçosa e acabou falhando.

No segundo tempo, o América continuou com a proposta de pressionar a saída de bola do Paraná. E novamente, pecou pela falta de pontaria. Aos 5’, Juninho bateu cruzado à direita de Thiago Rodrigues. Aos 7’, Geovane chutou prensado no zagueiro Leandro Almeida. Aos 13’, foi a vez do zagueiro Lucas Kal, em cobrança de escanteio de João Paulo, levar perigo. Ele cabeceou a bola na trave esquerda do Paraná.

Na tentativa de buscar a vitória, Felipe Conceição deixou o América ainda mais ofensivo com as entradas de Rafael Bilu e França. O que ele não contava era com o ‘xeque-mate’ nos avanços do adversário. O Paraná conseguiu encaixar boa jogada aos 30’. Guilherme Santos foi acionado por Bruno Rodrigues e, quase da linha de fundo, percebeu a chegada de Fernando Neto na grande área. O camisa 8 bateu rasteiro no canto esquerdo de Airton e, para desespero dos torcedores, abriu o placar: 1 a 0. Já aos 39’, em mais um contragolpe, os visitantes mataram o jogo em conclusão do atacante Jenison: 2 a 0. Aos 49’, o goleiro Airton evitou um vexame americano no Horto ao defender cabeceio à queima-roupa de Bruno Rodrigues.

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)</i>

AMÉRICA 0X2 PARANÁ


AMÉRICA
Airton; Leandro Silva, Lucas Kal, Ricardo Silva e João Paulo; Zé Ricardo; Diego Ferreira (Rafael Bilu, aos 20min do 2ºT), Juninho, Willian Maranhão (Vitão, aos 33min do 2ºT) e Geovane (França, aos 26min do 2ºT); Júnior Viçosa
Técnico: Felipe Conceição

PARANÁ
Thiago Rodrigues; Eder Sciola (Leo Príncipe, aos 20min do 2ºT), Leandro Almeida, Fabrício e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto, João Pedro (Eduardo Bauermann, aos 34min do 2ºT) e Matheus Anjos (Vitinho, aos 13min do 2ºT); Jenison e Bruno Rodrigues
Técnico: Matheus Costa

Gols: Fernando Neto, aos 30’, e Jenison, aos 39’ do 2ºT (PAR)

Cartões amarelos: Leandro Silva, aos 2min, Ricardo Silva, aos 46min do 2ºT (AME); Guilherme Santos, aos 21min do 2ºT (PAR)

Motivo: 33ª rodada da Série B

Estádio: Independência, em Belo Horizonte

Data: terça-feira, 5 de novembro de 2019

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Eli Alves Sviderski (SC) e Gizele Casaril (SC)

Público: 3.229

Renda: R$ 12.903,00

Tags: América Coelho Independência futnacional interiormg serieb