Atlético

ATLÉTICO

Cobiçado pelo Atlético, Everson se diz arrependido de acionar Santos na Justiça e é reintegrado ao elenco

Goleiro de 30 anos não conseguiu rescisão contratual com o clube paulista

postado em 27/08/2020 16:32

(Foto: Ivan Storti/Santos)

Cobiçado pelo Atlético, o goleiro Everson se disse arrependido de ter acionado o Santos na Justiça do Trabalho. Nesta quinta-feira, o jogador de 30 anos pediu desculpas publicamente, conversou com o técnico Cuca e foi reintegrado ao elenco do time paulista.

"Estou arrependido e quero recomeçar a minha história, me dedicar e lutar por essa camisa, como fiz desde o meu primeiro dia. Conversei com pessoas do clube e, a partir de hoje, estarei de volta ao CT Rei Pelé. Desde que o técnico Cuca assumiu a equipe e entrou em contato comigo, ainda durante o processo, conversamos sobre acordos e a possibilidade de voltar. Foram papos muito bons e chegamos à conclusão de que a melhor decisão seria retornar e acreditar no projeto que está sendo construído", escreveu o goleiro, em publicação nas redes sociais (leia a íntegra ao fim do texto).

Everson é um jogador que agrada ao técnico do Atlético, Jorge Sampaoli. O treinador argentino havia pedido à diretoria atleticana a contratação de um goleiro que soubesse jogar com os pés e sugeriu o arqueiro de 30 anos, com quem trabalhou no Santos, em 2019.

Com o passar dos jogos, o comandante tem se demonstrado satisfeito com as atuações de Rafael. Isso fez o interesse atleticano em Everson esfriar.

Na última terça-feira, sentença da Justiça do Trabalho não concedeu a Everson uma liminar que rescindiria o contrato com o clube paulista em função de atrasos de pagamentos de direitos de imagem e depósitos e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O técnico Cuca, então, conversou com o jogador e o convenceu a continuar no Santos e a findar a discussão judicial.

Leia a íntegra da publicação de Everson nas redes sociais


"Na vida, tudo acontece por algum motivo. Cheguei ao Santos Futebol Clube no início do ano passado e, desde então, carrego grande sentimento e um enorme orgulho por fazer parte da história desse gigante do futebol mundial. Atuar pelo clube foi, e é, a realização de um sonho, que, por alguns motivos, foi interrompido no mês passado. Tudo serve como aprendizado. Estou arrependido e quero recomeçar a minha história, me dedicar e lutar por essa camisa, como fiz desde o meu primeiro dia. Conversei com pessoas do clube e, a partir de hoje, estarei de volta ao CT Rei Pelé. Desde que o técnico Cuca assumiu a equipe e entrou em contato comigo, ainda durante o processo, conversamos sobre acordos e a possibilidade de voltar. Foram papos muito bons e chegamos à conclusão de que a melhor decisão seria retornar e acreditar no projeto que está sendo construído. Sei que precisarei reconquistar a confiança de muita gente, especialmente dos torcedores do Santos, que sempre me apoiaram em campo, mas podem ter certeza de que continuarão vendo um profissional extremamente dedicado, comprometido e com mais vontade de vencer do que nunca. Assim como aconteceu durante todo o período em que fiquei fora do clube, seguirei trabalhando muito e buscando melhorar a cada dia para ajudar de alguma forma o Santos a conquistar coisas grandes. Contem comigo!"

Tags: galo atleticomg interiormg futnacional seriea santossp mercadobola everson