Atlético

ATLÉTICO

Repercussão negativa faz Atlético desistir de contratar Thiago Neves

Jogador foi alvo de críticas e ameaças de torcedores após negociação ser noticiada

postado em 14/09/2020 22:22 / atualizado em 15/09/2020 01:45

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

O Atlético desistiu de contratar o meia Thiago Neves. O Superesportes apurou que, após repercussão negativa entre torcedores alvinegros, a diretoria voltou atrás na intenção de integrar o jogador de 35 anos ao elenco.

Thiago Neves acertou a rescisão contratual com o Grêmio nesta segunda-feira e já tinha acordo verbal para assinar com o Atlético até fevereiro de 2021, quando acaba o Campeonato Brasileiro.

Pessoas ligadas ao clube alvinegro e ao jogador já davam como certa a conclusão do negócio nesta terça-feira, quando Thiago Neves chegaria a Belo Horizonte.

A repercussão negativa entre torcedores alvinegros, porém, fez com que tanto a diretoria do Atlético, quanto o jogador, repensassem a decisão. Thiago Neves foi alvo de críticas e ameaças nas redes sociais.

A divulgação nas redes sociais de muitos vídeos de Thiago Neves nos tempos de Cruzeiro, nos quais xinga e menospreza o Atlético, também pesou para a decisão da diretoria de desfazer o acordo (veja abaixo).


Não conseguiu assistir ao vídeo? Clique aqui

O histórico de gozações de Thiago Neves dirigidas ao Atlético levou o presidente da torcida organizada Galoucura a se manifestar contra o acerto com o ex-cruzeirense (veja abaixo).


O experiente jogador foi um pedido do técnico Jorge Sampaoli, que havia convencido a alta cúpula alvinegra do negócio. O vínculo acordado seria por produtividade, com salários consideravelmente mais baixos que os que o meia recebia em Cruzeiro e Grêmio.

Com a reviravolta no negócio, o Atlético segue no mercado em busca de um meia. Desde que tirou o equatoriano Juan Cazares dos planos, Sampaoli tem pleiteado com a diretoria a aquisição de um jogador para exercer a função. Na temporada, quem mais agradou no setor foi o meia Nathan.

Nathan sofreu uma lesão muscular no bíceps femoral em 13 de agosto e só voltou ao time do Atlético no segundo tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Bragantino, nesse domingo.

Thiago Neves no Grêmio


Thiago Neves fez 14 jogos pelo Grêmio, sendo nove no Campeonato Gaúcho e cinco no Campeonato Brasileiro. Ele ainda ficou no banco de reservas em três ocasiões. Se chegasse a 20 partidas como atleta relacionado, ele teria o vínculo renovado com o Tricolor automaticamente até o fim de 2021.

Para evitar a ativação da cláusula, o presidente gremista Romildo Bolzan Júnior decidiu interromper o contrato que iria até o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021. 

Thiago Neves tinha salário no Grêmio na casa dos R$ 600 mil por mês.

O meio-campista e seus representantes foram comunicados da rescisão pelo Grêmio em 4 de setembro, dia seguinte à derrota por 2 a 1 para o Sport, em Porto Alegre. Na ocasião, ele foi escalado como titular pelo técnico Renato Gaúcho, mas recebeu muitas críticas.

Depois do jogo, Renato chegou a dizer que, no Sul, quando pensam que um jogador não vai render, a imprensa costuma massacrá-lo. Para ele, esse era o caso de Thiago Neves.
 

Saída polêmica do Cruzeiro: 'Fala, Zezé'


Decisivo nos títulos consecutivos da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, em 2017 e 2018, Thiago Neves caiu de rendimento em 2019.

Na temporada, Thiago Neves ficou marcado negativamente no rebaixamento do Cruzeiro à Série B. Além do baixo rendimento em campo, ele teve atritos com o técnico Rogério Ceni no segundo semestre e foi fotografado em festas quando o time estava em situação dramática na classificação. 

Não bastasse isso, um áudio vazado revelou uma conversa do meio-campista com o ex-gestor do futebol do Cruzeiro, Zezé Perrella, no qual ele pedia pagamento de salários e garantia um bom resultado no duelo decisivo contra o CSA, no Mineirão, em 29 de novembro, pela 35ª rodada. A Raposa acabou derrotada por 1 a 0. Para piorar a relação com os cruzeirenses, o camisa 10 desperdiçou um pênalti nessa partida.

O revés para o CSA teve ‘peso’ significativo na campanha do inédito rebaixamento dp Cruzeiro à Série B, decretado na derrota para o Palmeiras, por 2 a 0, também no Gigante da Pampulha, em 8 de dezembro.

A frase “Fala, Zezé, bom dia cara!”, dirigida por Thiago Neves a Zezé Perrella na conversa vazada, acabou virando piada nas redes sociais no período do rebaixamento cruzeirense.

No Cruzeiro, entre janeiro de 2017 e dezembro de 2019, Thiago Neves marcou 41 gols e deu 23 assistências em 151 jogos. Foram quatro títulos comemorados no período: dois do Campeonato Mineiro (2018 e 2019) e dois da Copas do Brasil (2017 e 2018).

Tags: galo atleticomg cruzeiroec interiormg futnacional seriea